Noite Favorita
Derramamento de óleo no Nordeste: A importância da ação das instituições nacionais em prol do meio ambiente
Divulgação/Reprodução

Segundo balanço divulgado na quinta-feira, 07/11, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), ao menos 104 municípios de todos os nove Estados do Nordeste foram afetados por fragmentos ou manchas de petróleo cru desde 30 de agosto, sendo o número de localidades do Nordeste atingidas por óleo podendo chegar a 409, e que apenas 166 das 409 localidades atingidas estão livres das manchas.

No geral, mais de 2,2 mil quilômetros da costa foram atingidos, sendo retiradas mais de 4,3 mil toneladas de petróleo.

A participação de instituições federais, estaduais, municipais e de voluntários, conjuntamente com agentes dos órgãos envolvidos, contribui para a recuperação de praias e rios no litoral nordestino. Homens e mulheres que se juntam ao esforço coordenado para a recuperação de patrimônios ambientais, sociais e econômicos.

Nas situações em que o País vivencia uma crise ambiental, a atuação de cada brasileiro, quer seja no exercício de sua profissão ou de forma voluntária, demonstra que a união de todos faz o Brasil ser mais forte do que qualquer ameaça.

O Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA) continuará atuando, o tempo que for necessário, sem medir esforços, tanto para a identificação da origem como na redução dos impactos ambientais.

O Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil, o IBAMA e a ANP, vem realizando um trabalho incessante, desde a primeira aparição de manchas de óleo, de monitoramento do litoral e limpeza das praias, além de conduzir investigação sobre causas e circunstâncias do evento. O GAA atua em coordenação com o Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, ICMBio, Polícia Federal, Petrobras, Defesa Civil, assim como, diversas instituições e agências federais, estaduais e municipais, além de empresas e universidades.

Ao todo, a Marinha do Brasil já empregou mais de 2.700 militares de 54 Organizações Militares, distribuídos em 16 Navios de Superfície, dois helicópteros da MB, quatro aeronaves de asa fixa da Força Aérea Brasileira, 63 viaturas, dois Grupamentos de Fuzileiros Navais, 21 equipes de Inspeção Naval e cinco Centros de Comando das Operações, tendo realizado, até hoje, mais de 1.200 Inspeções Navais.

Com um contingente de 5.000 militares, a 10ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro, também foi colocada à disposição para integrar a operação para conter a poluição por óleo no litoral nordestino e reforçar a limpeza das praias.

No gerenciamento dos incidentes de poluição, o IBAMA, além de fazer a identificação de áreas sensíveis, tem monitorado as praias e coordenado os trabalhos de limpeza das prefeituras, dos órgãos estaduais de meio ambiente, além de atuar no planejamento operacional e estratégico, emitindo relatórios diários. O IBAMA já empregou 74 funcionários, 16 viaturas, dois helicópteros, e uma aeronave de asa fixa. Foram realizadas 2994 capturas preventivas de animais, sendo 1.035 na Bahia e 2.179 em Sergipe, com um total de ocorrências com fauna oleada de 76 animais.

A participação de instituições federais, estaduais, municipais e de voluntários, conjuntamente com agentes dos órgãos envolvidos, contribui para a recuperação de praias e rios no litoral nordestino. Homens e mulheres que se juntam ao esforço coordenado para a recuperação de patrimônios ambientais, sociais e econômicos.

 

Fonte: Marinha do Brasil

Leia também
Economia

Empresas em programa de redução de jornada discutem alternativas para pagar 13º

Érika Machado é diretora de uma empresa que faz restauração de superfícies metálicas, com uma média de 16 …

Há 1 dia atrás - 44
Racismo

Caso João Alberto: Não há nada que possa justificar tamanha violência, diz delegada

A delegada responsável pela investigação do homicídio de João Alberto Silveira Freitas, homem negro assassinado na quinta-feira, 19, ao …

Há 3 dias atrás - 50
Covid-19

Minas Gerais se aproxima das 10 mil mortes de Covid-19

Minas Gerais registrou 2.424 novos casos de Covid-19 em 24h. Também foram 44 mortes confirmadas no período, de …

Há 3 dias atrás - 54