Noite Favorita
Alunos feridos após ataque em escola no Vale do Jequitinhonha permanecem em observação
Divulgação/Reprodução

 

A Secretaria de Estado de Educação suspendeu nesta sexta-feira (8) as aulas na Escola Estadual Orlando Tavares, localizada na zona rural de Caraí, no Vale do Jequitinhonha, a 540 km de Belo Horizonte. Durante as aulas desta quinta-feira (7), um aluno pulou o muro da escola e disparou contra outros estudantes.

Um deles foi transferido para um hospital em Teófilo Otoni, O outro foi para observação em uma unidade de saúde de Padre Paraíso.

Segundo a Secretaria de Educação, uma equipe da Superintendência Regional de Ensino de Teófilo Otoni, que atende a região, está acompanhando a situação dos jovens hospitalizados e prestando todo o apoio e auxílio à direção da escola, pais, professores, funcionários e comunidade escolar, e a preocupação do órgão é prestar apoio à comunidade e aos outros alunos da escola, “de maneira que o ambiente de tranquilidade e paz que a escola tanto necessita e merece seja restabelecido”.

De acordo com a Polícia Militar, um aluno de 17 anos pulou o muro da escola por volta das 8h e seguiu em direção a uma turma do primeiro ano do ensino médio. O adolescente carregava um garrucha calibre 38, um facão e uma pistola falsa. Ao perceber a tentativa do ataque, uma professora teria tentado impedir o aluno de entrar na sala.

Mesmo do lado de fora, ele disparou em direção à sala de aula. As balas atravessaram a porta e atingiram os dois estudantes, que ficaram feridos.

Três pessoas foram conduzidas pela Polícia Civil para prestarem depoimento: o autor dos disparos, um amigo dele, que poderia ter ajudado a dar cobertura ao ataque, e seu padrasto, que teria fornecido a arma utilizada no ataque.

Ainda de acordo com a PM, o motivo do ataque teria sido “Um amor não correspondido”.

Por meio de nota, o Hospital Nossa Senhora Mãe da Igreja, em Padre Paraíso, informou que os estudantes feridos foram atendidos imediatamente. Um deles precisou receber transfusão de sangue e permanece estável. Ele seria transferido para um hospital em Teófilo Otoni.

O estado de ambos é estável, porém não correm risco de morte.

O governador do Estado de Minas Gerias emitiu nota lamentando o atentado:

“Recebi com muita tristeza a notícia de que dois jovens alunos ficaram feridos após um estudante invadir a escola em que estuda, no distrito de Ponto da Marambaia, no município de Caraí, no Vale do Jequitinhonha, e atirar contra seus próprios colegas. Uma tragédia maior só não ocorreu graças ao trabalho e ação dos professores e alunos da Escola Estadual Orlando Tavares. Já determinei que seja prestado todo o apoio à instituição de ensino, às famílias das vítimas, aos estudantes, pais, professores, demais funcionários e toda comunidade escolar. Representantes da Superintendência Regional de Ensino de Teófilo Otoni estão na escola e também dão todo o suporte aos estudantes no hospital. Podem ter a certeza de que o Governo de Minas acompanha com máxima atenção o fato”.

Leia também
Economia

Empresas em programa de redução de jornada discutem alternativas para pagar 13º

Érika Machado é diretora de uma empresa que faz restauração de superfícies metálicas, com uma média de 16 …

Há 1 dia atrás - 44
Racismo

Caso João Alberto: Não há nada que possa justificar tamanha violência, diz delegada

A delegada responsável pela investigação do homicídio de João Alberto Silveira Freitas, homem negro assassinado na quinta-feira, 19, ao …

Há 3 dias atrás - 50
Covid-19

Minas Gerais se aproxima das 10 mil mortes de Covid-19

Minas Gerais registrou 2.424 novos casos de Covid-19 em 24h. Também foram 44 mortes confirmadas no período, de …

Há 3 dias atrás - 54